domingo, maio 01, 2011

Psicologia Pura vs Psicologia Aplicada

Os psicólogos exercem a sua actividade quer em áreas associadas à construção teórica de conhecimentos, quer em áreas apostadas na resolução de problemas de natureza prática. Daí poder estarbelecer-se uma diferenciação entre psicologia teórica e psicologia prática ou aplicada.
Segundo esta diferenciação, a psicologia pura dedica-se à investigação básica – procurar aumentar e melhorar a nossa compreensão do comportamento e dos processos biológicos básicos. A psicologia aplicada é actividade desenvolvida por psicólogos cuja investigação está essencialmente orientada para a resolução de problemas práticos.
Nesta ordem de ideias, os psicólogos que se dedicam à investigação pura procuram responder a questões como estas: “Há diversos tipos de memória?”; “Quais as causas do esquecimento?”; “Por que razãosão certas pessoas introvertidas e outras extrovertidas?”; “Há uma ou várias formas de aprendizagem?”; “Como se dá o nosso desenvolvimento cognitivo, social, moral e emocional?”; “Em que medida muda a nossa personalidade ao longo da vida?”.

Os psicólogos cujo objectivo essencial e primordial é resolver problemas práticos procuram responder a questões como estas: “Como deve a instituição escolar lidar com um aluno que frequentemente perturba o normal funcionamento das aulas?”; “Como aumentar a produtividade no local de trabalho?”; “Como se pode reduzir o impacto psicológico de acontecimentos dramáticos na vida de uma pessoa?”, etc. Podem basear essa tarefa na investigação que eles próprios realizam ou recorrer, em certa medida, a investigações realizadas por colegas.
É importante notar que, apesar de ser cómoda, a distinção entre psicologia pura e psicologia aplicada está longe de ser rígida. Assim, os psicólogos do desnvolvimento, cuja orientação é essencialmente teórica (investigação pura), podem desenvolver uma estreita colaboração com produtores de programs televisos para crianças, de modo a assegurar que o material educativo é apropriado (foi o que aconteceu com o progrma “Rua Sésamo”).

No entender da grande maioria dos psicólogos, a investigação básica ou pura e a investigação aplicada são dois procedimentos complementares: o conhecimento teórico conduz frequentemente à solução de problemas práticos e a prática na tentativa de solucionar problemas permite também a constituição de novos conhecimentos teóricos. Basta pensar numa questão como esta: «A que se deve o sucesso escolar e como é possível promovê-lo?».

            Os dois grandes campos em que se divide a psicologia não são, por conseguinte, compartimentos estanques, mas sim comunicantes. O que se deve dizer é que há especializações que pertencem a áreas essencialmente vocacionadas para a investigação pura (estão, em primeiro lugar, orientadas para a constituição de um conjunto organizado de conhecimentos teóricos) e especializações que pertencem a áreas vocacionadas para a intervenção, isto é, para a resolução prática dos problemas.


Efectuada a distinção e advertidos para os seus limites, podemis responder a duas questões:
1.     Quais são as principais especializações ou disciplinas no campo da psicologia pura?
2.     Quais as principais especializações no campo da psicologia aplicada?

As principais disciplinas no campo da psicologia teorética são: a psicobiologia ou psicofisiologia; a psicologia social; a psicologia do desenvolvimento; a psicologia cognitiva e a psicologia da personalidade. No campo da psicologia aplicada, algumas das principais especializações são a psicologia clínica, a psicologia educacional, a psicologia organizacional e a psicologia do desporto.

2 comentários:

Adaojosetalarico Talarico disse...

n sou da area da psicologia, sou matemático mas gosto dessa area.

Adaojosetalarico Talarico disse...

n sou da area da psicologia, sou matemático mas gosto dessa area.

Enviar um comentário

Com tecnologia do Blogger.
You can replace this text by going to "Layout" and then "Page Elements" section. Edit " About "